sábado, outubro 22, 2011

Por...

... essa blogsofera fora encontram-se boas dicas sobre quase tudo: moda, culinária, decoração, entre tantos outros assuntos. E acho que alguns blogs possuem mesmo a capacidade de ir fazendo algum "serviço público", se é que assim se pode chamar. Confesso que tenho muitos blogs que visito diariamente e aos quais vou buscar alguma inspiração porque, quer queiramos quer não, aprendemos sempre qualquer coisa com as pessoas que nos rodeiam, ainda que seja de forma virtual como acontece por aqui. E agora vamos ao verdadeiro motivo deste post...
Nos difíceis tempos que atravessamos, a procura de emprego tem ganho cada vez mais importância dadas as dificuldades que se vivem devido à crise. Muitos concorrem a lugares para os quais possuem mais qualificações do que as pedidas, chegando mesmo a omitir toda a sua verdadeira formação de forma a conseguirem mais facilmente emprego (mesmo havendo a possibilidade de virem a receber menos do que aquilo que efectivamente merecem mas isso já é conversa para outro post...). Currículos que chegam às empresas diariamente são mais do que muitos... Quantas pessoas não passam dias a enviar currículos para variadíssimos locais e ficam depois à espera de serem chamadas para uma entrevista? Este passo corresponde, na maior parte dos processos de recrutamento, a uma das últimas fases por que passa quem procura emprego. É o momento do "frente a frente", do momento em que um pequeno deslize pode deitar tudo abaixo... Muitas empresas há (pelo menos pelo que sei...) que chegam a não aceitar determinados candidatos não pelo desempenho que tiveram na entrevista mas pela postura que apresentaram na sala de espera. Pode parecer descabido mas o que é certo é que a personalidade e carácter de uma pessoa vê-se nas mais variadas situações e nas mais pequenas coisas, desde a forma como entra numa sala até ao momento que inicia uma conversa com outra pessoa. Se é correcto ou não avaliar um candidato desde o momento que entra na empresa, não me vou pronunciar quanto a isso. Mas o que é certo é que isso acontece e a aparência profissional, a seriedade e a honestidade há que mantê-la sempre!
Um factor determinante para um candidato é, sem dúvida, a forma como se veste tendo sempre em conta o lugar a que se candidata. E foi sobre este assunto que a Me do Eu, tu e os meus sapatos e a Marianne do Not so fast escreveram dois interessantes posts (aqui e aqui, respectivamente) que fazem todo o sentido e que devem ser lidos atentamente por quem está à procura de emprego neste momento. E lembrem-se de que são a personalidade e a forma de estar que fazem a roupa e não o contrário. É por isso que não basta parecer profissional com o look escolhido como se tem efectivamente que o ser. Boas leituras!

2 comentários:

  1. - concordo plenamente, há blogs muito bons :)

    ResponderEliminar
  2. e que merecem ser dados a conhecer ;)

    ResponderEliminar