domingo, março 09, 2014

Tenho...

... dias em que fico triste com o que se passa neste nosso cantinho à beira-mar plantado. Fico triste com tantas pessoas que vêem as suas vidas por um fio. Parte-me o coração ver tantos olhos tristes nas nossas ruas, tanto em caras novas como mais velhas. E parte-me ainda mais o coração quando essas caras são de pequenas crianças para as quais a palavra "crise" faz cada vez mais parte dos seus dias que deveriam ser totalmente desprovidos de preocupações e apenas pincelados por brincadeiras.

Fico triste por ver este país cada vez mais despido de juventude. Os jovens são, por natureza, aventureiros, aguerridos e gostam de experiências novas. É mesmo assim. Mas fico triste quando tantos e tantos jovens são obrigados a terem de deixar os seus mais queridos e a terem de partir para fora de portas em busca de uma vida melhor. E fico ainda mais triste e assustada quando já não apenas os jovens que têm de partir mas também os pais e mães de família cuja vida já não consegue ser feita por cá e vão lá fora tentar ter um pouco mais para dar aos seus filhos.

Fico triste quando se vê tantas e tantas famílias portuguesas a esforçarem-se por tentar juntar alguma coisa e vêem-se chegar ao final do mês de forma muito complicada. E o dia de São Receber que nunca mais chega...

Fico triste por ver tantos sonhos não poderem acontecer, tantos projectos de vida terem de ser adiados ou terem de ficar na prateleira até que chegue a bonança. E quando é que ela vai chegar? Quando? Quero ver novamente sorrisos nas nossas ruas. Quero ver novamente as pessoas poderem suspirar e fazerem planos porque não estamos cá para nos limitarmos a apenas trabalhar para pagar as contas ao final do mês. Estamos por cá para podermos também viver a vida e podermos dedicar tempo aquilo que mais gostamos de fazer, sem termos de estar permanentemente a contar todos os cêntimos...

Quero ver um Portugal melhor...

4 comentários:

  1. aumentar tudo menos os ordenados...
    É uma coisa parva este nosso pais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente! Nunca mais vêem que ao estarem a reduzir só estão a conseguir levar-nos ainda mais ao fundo. Sinceramente, já não consigo imaginar onde é que isto pode ir parar...

      Eliminar
  2. E eu fico triste por ver amigos a partir daqui para fora por causa da crise. Revoltante.
    E como disse De sonhos se faz a vida, tudo aumenta menos o ordenado :(

    Bjokas*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, C*inderela! E penso que não deve haver um dia em que todos os portugueses pensem em que mais poderá aumentar. Infelizmente, esta crise está a afastar de nós muitos dos nossos amigos e familiares que, infelizmente, têm de abandonar o seu país e partir em busca de melhores condições de vida e de melhores coisas para darem aos seus filhos. É pena que nunca mais se veja uma luz ao fundo do túnel... Beijinhos

      Eliminar