domingo, fevereiro 05, 2012

Tudo...

(imagem weheartit)

... aquilo que os nossos pais nos dão durante a nossa vida devemos valorizar sem pensar duas vezes. Nós, filhos, somos o bem mais precioso que eles têm e as pessoas pelas quais eles são capazes dos maiores sacrifícios. Dão-nos tudo o que se encontra ao seu alcance, proporcionam-nos amor, educação e formação para que sejamos capazes de fazer frente às dificuldades que nos irão surgir pela frente após abandonarmos o ninho.
Tudo aquilo que sou hoje devo aos meus pais. Os valores que tenho, aquilo que sou como pessoa e toda a formação foram eles que me proporcionaram e nunca serei capaz de lhes demonstrar o quanto estou agradecida por todos os sacríficios que fizeram para que eu pudesse estar onde estou hoje. São as pessoas mais importantes da minha vida e estão sempre lá, nos bons e nos maus momentos. São o meu eterno porto de abrigo onde regresso após cada viagem feita com bom tempo e onde me resguardo quando o mar lá fora está revolto e em modo de tempestade. São quem me conhece melhor e a quem eu devo tudo. E nunca me passaria pela cabeça ter vergonha destas duas pessoas maravilhosas que tudo me deram e continuam a dar...
E magoa-me quando vejo pessoas terem vergonha dos pais que têm porque eles não têm formação superior, porque não vestem a roupa da moda ou não têm o melhor carro do mundo. Não é a imagem ou o curso superior que tornam uma pessoa melhor ou mais bem educada. São os seus valores e a capacidade de valorizar o que é verdadeiramente importante que os faz serem pessoas fantásticas e de quem os filhos se devem orgulhar sempre! No outro dia ouvi uma conversa em que um filho transmitia vergonha da sua mãe por ela ser apenas uma administrativa. A administrativa que fez sacrifícios para que ele hoje fosse uma pessoa com um curso superior. Palavras destas tão crúeis demonstram o que de pior uma pessoa pode ser. E tenho pena daquela senhora que tem no seu filho a melhor pessoa do Mundo quando ele tem vergonha dela... Enfim...

15 comentários:

  1. Não posso concordar mais. Eles merecem tudo de bom por tudo o que fazem para nos ver bem. Eu falo pelos meus que não são ricos, não têm curso superior e não andam com roupas de marca mas são os melhores pais do Mundo fazem tudo e mais alguma coisa para me ver um sorriso na cara e não há dinheiro, curso ou marcas que paguem isso. :)
    Só espero um dia conseguir retribuir da mesma maneira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E existe lá coisa melhor do que um sorriso na cara? Mais do que objectos e coisas materiais, o que importa são os afectos e quanto a isso os meus pais fazem-me a pessoa mais rica do Mundo todos os dias :)

      Eliminar
  2. Os pais são tudo para nós! E devemos valorizar tudo o que fazem por nós (não por sacrifício, porque não se devem agradecer sacrifícios! Espero bem que o que fizeram e fazem por mim tenha sido com a maior das boas vontades, e não por se sentirem obrigados!:p). É triste ver pessoas que não sabem valorizar uma das coisas mais importantes da vida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo muito triste ver pessoas assim. E apenas me ocorre pensar uma coisa: se são assim com os próprios pais, fará com as pessoas que não lhes são nada...

      Eliminar
  3. Como diz a Carla, não posso concordar mais. Cada vez dou mais valor aos meus pais. Agora que ando no mundo dos "crescidos" e trabalho e vejo o quanto as coisas custam mais valorizo todo o sacrifício que eles fizeram pelo meu bem estar e educação, e do meu irmão claro. São os meus heróis!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É exactamente assim que eu vejo os meus pais: como verdadeiros heróis! :)

      Eliminar
  4. é triste ... mas o mundo move-se de títulos e aparências ... :(

    **
    boa semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E nem imaginas a confusão que isos me faz, mari. Como é que as pessoas podem dar muito mais importância a títulos do que aquilo que verdadeiramente importa que são os afectos e as relações entre as pessoas? Como pode estar a nossa sociedade tão despida de valores? Parece que não pertenço aqui quando oiço estas coisas...

      Eliminar
  5. Querida Fiona, gostei muito desta tua reflexão.
    É uma grande verdade que muitas pessoas negam as suas origens e têm vergonha dos seus progenitores. Verifiquei isso ao longo da minha vida, variadíssimas vezes, em relação aos meus alunos.
    Infelizmente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Turista, pelas tuas palavras. Se calhar sou uma pessoa demasiado sensível a determinadas coisas a que cou assistindo mas faz-me confusão como podem existir filhos que vejam os seus pais desta forma. Nunca me passaria pela cabeça ter vergonha dos meus pais, aquelas pessoas que me deram tudo na vida. Mas infelizmente é o que acontece cada vez mais na nossa sociedade...

      Eliminar
  6. Sou muito grata aos meus pais por tudo o que me proporcionado, por todos os sacrifícios que fizeram para que eu e a minha mana pudéssemos continuar a estudar. Hoje em dia, podemos orgulhar-nos de termos conseguido aquilo que eles desejavam: ter duas filhas com uma vida melhor que a que eles tiveram e que são independentes.

    ResponderEliminar
  7. é bom ler as tuas palavras e pensar numa realidade que não conheço! é um grande tesouro teres pais tão especiais que te transmitiram o melhor da vida!! Quanto aqueles que rejeitam os pais seja de que forma for, temo que um dia vão se arrepender e muito, e ai poderá ser tarde demais! Bjss

    ResponderEliminar
  8. o valor (ou a falta dele) das pessoas vê se quando têm esse tipo de comentários...
    coitada da senhora!

    ResponderEliminar
  9. Ola Fiona!

    1º - adorei o teu novo «look» do blog esta girissimo.
    2º - relativa/ ao teu «post»;
    para mim os pais sao TUDO. Sao toda a nossa magia e tudo oque somos hoje.
    Sem eles a Vida seria mais «vazia» pq n tenho nenhuma razao para me queixar.
    Contudo bem sei q em tds os lares n se passa de igual forma.
    Mas...fica aqui um bjs para todos os pais queridos.
    Mas...para dar-lhes todo o valor e preciso tb os filhos!!
    Nos!

    (desculpa a acentuaçao, o meu PC desconfigurou-se!)

    Bjs
    Fica bem

    ResponderEliminar
  10. @teardrop: os nossos pais desejam sempre dar-nos uma vida melhor do que aquela que eles tiveram e muitos são os sacrifícios que fazem para isso. E devemos ser-lhes sempre muito gratos por abdicarem de algumas coisas nas suas vidas em prol dos seus filhos.

    @Joa: tenho muito a agradecer aos meus pais pois são muitos e bons os valores que eles me têm transmitido ao longo do anos. Fiquei um pouquinho triste ao ler as tuas palavras e dizeres que é uma realidade que não conheces... :(

    @Ju: ora nem mais! Os princípios das pessoas vão-se vendo nestas situações e assim se vê que existem muitas a quem falta o mais básico: o saber reconhecer os sacrifícios dos seus pais e admirá-los por isso.

    @LOL aos 40: muito obrigada pelo elogio :). Para mim também são mesmo tudo os meus pais. Mas sim, existem muitas realidades bem diferentes da minha em que os filhos necessitaram de crescer totalmente sozinhos e lutarem para terem aquilo que desejavam de melhor para a sua vida pois não tiveram pais que os apoiassem. Há que conhecer os dois versos de uma mesma moeda. (sem stress com a acentuação :)). Bjs

    ResponderEliminar